SMARTALARMS

Solução para realizar diagnósticos em tempo real de falhas em equipamentos localizados em redes de transmissão e geração de energia elétrica. Os diagnósticos são realizados através de uma correlação entre os eventos gerados pelas UTRs (Unidade Terminal Remota) e recebidos pelo sistema SCADA instalado nas Subestações e Centros de Operação.

O SmartAlarms é resultado de um P&D ANEEL entre CHESF e a UFCG. A Smartiks oferece serviço de suporte e evolução mediante contrato de licenciamento.

1/3

Diagnósticos Gráficos e Textuais

Equipamentos são destacados visualmente em ambiente web rico e interativo.

Explicação de Diagnósticos

Explicação apresentando quais proteções atuaram e quais disjuntores abriram.

Interface Gráfica semelhante a do SCADA

As telas do Smart são geradas a partir das telas do SCADA, o que garante sua fidelidade.

Acesso Corporativo

Permite que qualquer usuário da rede corporativa tenha acesso às telas do SCADA sem que seja necessário um software adicional.

Como funciona a Base de Regras?

A técnica utilizada consistiu em uma evolução do modelo convencional baseados de regras para um modelo baseado em regras genéricas. Diferentemente do convencional, onde as regras são aplicadas sobre equipamentos específicos, as regras genéricas são aplicadas sobre classes de equipamentos. Para exemplificar, ao invés da regra ser aplicada a uma determinada linha de transmissão, ela é aplicada sobre a classe de equipamento ‘linha de transmissão’. Além disso, a técnica se apóia no conceito de conectividade, isto é, a regra não menciona a posição das chaves e disjuntores de uma determinada linha de transmissão, mas apenas se a linha está ou não conectada a algum equipamento energizado.

regra-convencional_edited_edited.jpg

Regras Convencionais

A figura ao lado apresenta um exemplo de uma regra tradicional. Perceba que para cada equipamento, várias regras precisam ser escritas.

 

Principais problemas:

  • Explosão de regras

  • Impossibilidade de escrever base de regras

  • Impossibilidade de manter base de regras diante de mudanças topológicas

Avalanche de alarmes

Filtro interno detecta potenciais avalanches de alarmes, evitando que diagnósticos sejam gerados incorretamente.

Diagnósticos em tempo real de perdas de supervisão

Indica em tempo real que subestações estão indisponíveis e por quanto tempo. O cálculo é baseado na perda de comunicação de pontos digitais e analógicos.

Identificação de problemas em bases EMS

Compara as conexões existentes na base EMS com as conexões existentes nas telas dos diagramas unifilares. Identifica as diferenças e aponta potenciais problemas.

Patentes

Técnica Inteligente de Correlação de Alarmes foi patenteada no Brasil e em vários países na Europa.

Arquitetura

Gateway

Módulo Gateway implantado em uma IHM ou servidor SAGE para recuperação de informações sobre o estado da rede.

Topogiggio

Recupera informações sobre as conexões topologicas da rede. Esse módulo gera um arquivo xml contendo a topologia da rede. Esse arquivo é utilizado pelos demais módulos do smart.

Model

Módulo responsável por manter um modelo da topologia contendo o estado atual dos equipamentos e grandezas elétricas recuperadas do gateway. Através de uma série de regras de consistência esse módulo consegue manter o estado correto da rede mesmo quando informações perdidas ou espúrias são recuperadas da rede elétrica.

Alarms

Módulo responsável por gerar diagnósticos de problemas. Esse módulo analisa o modelo topológico mantido pelo Smart para gerar diagnósticos.

Viewer

Módulo de visualização recebe os diagnósticos e os apresentam textual e graficamente em um ambiente web.

Unifilar

Converte os desenhos vetoriais utilizados nas telas do SAGE em SVG, que são utilizados pelo Viewer para exibir os Diagramas Unifilares.