smartiks-plus-logo-branco.png

ZapCot

Plataforma Colaborativa entre Centros de Operação

O ZapCot é resultado de um P&D “Simplificando e otimizando a execução de instruções operacionais de forma segura, colaborativa e auditável entre centros de operação” executado pelas empresas parceiras In Forma Software e Smartiks.

O objetivo do projeto consiste em desonerar o operador de atividades rotineiras e repetitivas, através de novas ferramentas de comunicação entre os centros de operação, de forma segura, colaborativa, confiável e auditável, aumentando sua disponibilidade de tempo para o monitoramento do sistema, com o propósito de ampliar a segurança operacional. 

 

O projeto possui foco na minimização da sobrecarga cognitiva causada por atividades rotineiras como a grande quantidade de ligações telefônicas e seus efeitos colaterais como a espera para atendimento, ruídos, chamadas em espera e retrabalho de checagem de informação verbal. Um dos objetivos principais é, portanto, a redução do estresse na atividade realizada dentro da sala de controle, de forma que o operador possa executar com menos dificuldade e com mais atenção atividades mais nobres como a observação do sistema e a antecipação de cenários futuros (consciência situacional).

 

Um webinar foi realizado pela ISA CTEEP e ONS em outubro de 2020 com a presença de dezenas de agentes do setor elétrico. Foram contabilizadas através da plataforma YouTube mais de 1000 visualizações. Um questionário foi apresentado durante o evento (totalizando 217 respostas), a partir dele pudemos constatar que: 1) 92% dos respondentes estão totalmente de acordo que adotariam o uso da plataforma; 2) 83% estão totalmente de acordo que a plataforma irá melhorar aspectos relacionados com segurança, clareza na comunicação e auditabilidade; 3) 81% estão totalmente de acordo que irá mitigar aspectos distratores (ruído, conexões excessivas, ergonomia). Os resultados demonstraram claramente o interesse do setor elétrico em utilizar uma solução semelhante à proposta.

A primeira etapa do projeto foi iniciada em 2019, onde teve a participação do ONS (Operador Nacional do Sistema). A segunda fase do projeto foi iniciada em Junho de 2021.